APLB pressiona e governo oficializa devolução de cortes no salário em folha de adiantamento

Publicado em:


APLB pressiona e governo oficializa devolução de cortes no salário em folha de adiantamento

5 DE MARçO DE 2020

 

Após a forte pressão da APLB-Sindicato, o governo do Estado enviou ofício nesta quinta-feira (5/03),  informando que os cortes realizados no salário dos trabalhadores em Educação, sobre os dois dias de paralisação, serão devolvidos em Folha de Adiantamento na próxima quarta-feira (11/03).

A ação é fruto da luta e empenho da direção da APLB-Sindicato, que, ao ser surpreendida na quarta-feira de cinzas sobre a atitude truculenta e retalhadora do governo do estado, convocou imediatamente a categoria para uma grande manifestação na sexta-feira (28/02), em frente à Secretaria de Educação do Estado da Bahia, no CAB. O protesto, mesmo sob o sol escaldante e diante do gradil de ferro usado como barreira, na entrada da SEC, foi positivo. Uma Comissão formada por diretores da APLB foi recebida por representantes do governo e o coordenador-geral da APLB, o professor Rui Oliveira, exigiu a devolução dos valores descontados sobre os dias 18 e 19 de fevereiro, dias de paralisações legítimas, convocadas pela entidade.

“Protestamos na SEC, em Salvador, e também em 26 Núcleos Territoriais de Educação, no interior do estado. Entramos com mandado de segurança, e na última quarta-feira, aprovamos em 18 assembleias regionais a reposição dos dias parados marcados para 21 e 28 do corrente mês. Hoje recebemos o ofício da SEC confirmando a devolução dos valores em folha de adiantamento, na próxima quarta, 11 de março. Parabéns para a APLB e para a categoria que não se curvou e lutou pela garantia dos seus direitos”, destacou Rui.

Abaixo o ofício confirmando a devolução dos cortes sobre os dias parados.

 

FacebookTwitterWhatsAppEmailLinkedInTrelloSMS



Asset 2